Devocional 6 – Amargura gera esterilidade – parte 1

Amargura gera esterilidade – parte 1

Mical é um ícone bíblico de alguém que se tornou amargurada por fracassar em sua vida sentimental e familiar. Infelizmente, seu fim foi de uma mulher frustrada e estéril, porque a amargura gera esterilidade.

II Samuel 6:23 é um registro da fatalidade na vida de uma mulher que por causa de problemas familiares, viu seus sonhos serem destruídos, pelos erros do próprio pai. “E Mical, a filha de Saul, não teve filhos, até o dia da sua morte.”

Carregando uma raiz de amargura profunda na alma, pela dor da rejeição, Mical morreu estéril, sem filhos, como consequência de ter a alma violentada pelos erros do Pai, o que tornou a sua vida em sequidão de estio.

Mical apresentou mal humor, críticas ofensivas e frieza diante das situações. Embora conhecesse a Deus, parecia que nada conseguia preencher o coração dela. Mesmo sendo esposa do rei de Israel, vivia triste e infeliz.

A amargura que assolou a alma de Mical foi evidente quando ela viu Davi dançando diante da arca. Nada conseguia alegrá-la. “E sucedeu que, entrando a arca do Senhor na cidade de Davi, Mical, a filha de Saul, estava olhando pela janela; e, vendo ao rei Davi, que ia bailando e saltando diante do Senhor, o desprezou no seu coração.” (II Samuel 6:16) … continua